quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Boas Festas!

Aos leitores, aos amigos, aos que passam por cá por mero acaso e a todos os outros...



O 100 nada a perder - blog deseja umas Boas Festas :)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Bipolarizações

Estou mesmo a precisar de férias!
Percebi isso quando a primeira coisa que me perguntaram hoje foi: Tu dormiste? ao que depois das contas feitas conclui que dormi apenas 4 horas...
O problema é que isto não vem de agora mas de há 2 meses! Sinto-me esgotada física e emocionalmente.
Mas, sonos à parte, hoje estou num misto de tristeza e felicidade.
Felicidade porque me fez bem falar com quem, por teimosia de ambas as partes, não falava já faz tempo e fez-me bem a conversa e a companhia. Tristeza porque depois de uma conversa hoje percebi que, ao contrário do que a pessoa disse, passado um ano e dois meses ainda não me conhecem. Ou talvez conheçam apenas a Catarina que lhes convém conhecer.
Amanhã já não há campanha eleitoral! Ainda bem, isto está a fazer-me mal.
Hoje foi o debate. Foi pavoroso... Tinha algumas questões para fazer, mas não achei que aquele debate de lavagem de roupa suja merecesse a minha interpelação.
Sim, já tenho assente o meu sentido de voto.
E porque o sono é mais que muito, dei uma calinada que não lembra a ninguém. Obrigada Luigi ;)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

7 dias, 7 filmes!

Nestes dias que se passaram, por uma razão ou por outra, tive que fazer o imenso sacrifício (brincadeira, eu adoro) de assistir a 7 filmes em 7 dias...


1) O primeiro trata-se de um documentário de Tiago Figueiredo. Os Vizinhos conta o quotidiano dos ex-habitantes da Musgueira Norte, agora realojados na Alta de Lisboa. Ficou muito bem conseguido e vai dar uma ajuda do tamanho do mundo para o projecto-turma na cadeira de Sociologia Urbana!




2) Good Bye Lenin! de Wolfgang Becker pareceu-me ao 3º visionamento um pouco mais aborrecido, mas nem assim deixo de admirar o quão bem caracterizado ficou aquele apartamento e as reportagens caricatas que Alex produzia para a sua mãe assistir! Um brinco para descomprimir das aulas de Nacionalismos e Identidade, sem nunca deixar de aprender alguma coisa.




3) Do meu admirado Alejandro González Iñárritu, 21 Grams é aquele miminho para uma tarde de inverno em que coisas para fazer não faltam, mas a vontade de sair da cama é muito pouca. Afinal, quanto pesam 21 gramas?




4) Primeiro apaixonei-me pelo actor (não porque é um homem bonito, mas pela sua versatilidade), depois pela genialidade do filme e só então pela personagem ambígua. Secret Window (David Koepp) mostra como é possível que todos escondam uma personalidade macabra dentro de si!






5) Tem uma banda sonora que me arrepia. De tantas vezes que o quis ver e perdi a oportunidade de o fazer, foi desta. Zona J de Leonel Vieira. Afinal existe cinema português de qualidade :)





6)Unbreakable (M. Night Shyamalan) traz uma história surreal! Da BD à vida real, vai apenas um passo na cabeça de Elijah Price. Um super-herói tem sempre um inimigo mas o pior (ou o melhor) deles é o seu arqui-inimigo, aquele que combate o super-herói com a mente e não com a força de braços. O que mais assusta "é não saber qual o nosso lugar neste mundo... não saber porque estamos aqui".



7) À N'esima vez que vejo Life as a House de Irwin Winkler todo e qualquer momento me prende ao ecran! Ainda não aprendi a conter as lágrimas e choro que nem uma desalmada!
Um dos meus favoritos, este filme faz-me reviver situações da minha vida não muito boas, mas que têm que ser, não ultrapassadas, mas vividas e continuar a viver...
Meus amigos, depois de um dia como o de hoje, só me apetece dormir. Até amanhã!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Rosa Branca #3

Já lá vão 3 anos desde que nos deixas-te!

Quem tem o direito de te roubar de nós?
Quem tem o direito de escolher quem vai e quem fica?
Quem tem o direito de saber que a hora de cada um chegou?

Não sei, e ninguém parece querer explicar-me....

Fica a rosa branca de sempre*

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Um sol com pouco brilho

Não teve um passado brilhante, é certo. "Todos merecemos uma segunda oportunidade, porque humanos que somos, sabemos à partida que vamos errar, e só com o erro aprendemos" dizia-me o meu pai quando era mais pequena, mas grande o suficiente para perceber o quão ele tinha errado.
Passados pouco mais de dez anos não bem, nunca estabilizado, mas longe de tudo aquilo que o deixou mais do que uma vez em ponto morto e nas ruas da amargura! Habituei-me a vê-lo como parte da família mais, ainda que não o sendo, sinto-o como parte da família.
Foi durante grande parte da sua vida um parasita social. Daqueles que todos se queixam e que dizem em tom critico, e sob o meu ponto de vista certo, "tem bom corpo para trabalhar!"
Mas, faz parte das nossas vidas há tanto tempo quanto todos os anos em que teve um "comportamento desviante" mais aqueles em que não totalmente bem se comportava com o mínimo de dignidade para consigo próprio e com respeito para com os que o ajudaram, e melhores ou piores temos sentimentos para com ele.
Hoje, naquele que seria o auge da sua vida, algo raro se passa na massa cinzenta que comanda um corpo magoado pelas acções do passado. Talvez seja castigo por atitudes sistematicamente erradas, mas parece-me que a lição veio irremediavelmente tarde.
Aos 40 anos levarem de um corpo a visão e a fala, a locomoção e a capacidade de mexer cada parte do corpo é um castigo duro demais para quem o recebe e para os que estão à sua volta.
Ter que alimentar quem já não pode levar o garfo à boca, ou levar a passear alguém como se leva o cachorro mais querido de uma casa descompensa qualquer um, até quem vê as coisas pela janela.
Não o tenho visto tanto como o desejaria, ainda que separados apenas por um rio, a verdade é que agora o tenho evitado, porque me custa entrar numa casa de portas para o Tejo que me trazia tantas recordações boas, e ver a infelicidade dos que lá moram, e ver quem morre de dia para dia mais um bocadinho por dentro, por aquilo que está a ser consumido por fora...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

36 coisas que você ainda não sabe sobre mim (ou talvez saiba)

Diz que passei por essa blogosfera e encontrei por aí uns questionariozinhos dos que me agrada responder, e portanto roubei um do qual gosto particularmente.
Cá vai:

1) Que horas são? 23:18
2) Nome? Catarina Ferreira
3) Quantidade de velas no seu último bolo de aniversário? 19
4) Furos nas orelhas? 5 :)
5) Tatuagens? Nenhuma.
6) Piercings? Nenhum.
7) Já foi a África? Sim, ao norte mas pretendo ir um bocadinho mais para sul ;)
8) Já ficou bêbado? Alcoolicamente feliz algumas vezes :P
9) Já chorou por alguém? Sim, claro! Alguns mereceram as minhas lágrimas, outros não...
10) Já esteve envolvido em algum acidente de carro? Pode dizer-se que sim!
11) Peixe ou carne? Macro!
12) Música preferida? Cá está aquela pergunta parva! Mas posso apontar uma, das muitas, músicas que me são especiais I Was Made For Loving You - Kiss
13) Cerveja ou Champanhe? Cerveja.
14) Metade cheio ou metade vazio? Metade Cheio.
15) Lençóis de cama lisos ou estampados? 1 liso e 1 estampado.
16) Programa de televisão? 5 para a meia-noite
17) Filme preferido? Outra questão estúpida! Mas gosto muito de "Amores Perros" de Alejandro González Iñárritu
18) Está ouvindo alguma música agora? Sim. The harder they came - Paul Oakenfold & Nelly Furtado
19) Flor(es)? Tulipas
20) De que pessoa recebeu esse questionario? Roubei ao Luís.
21) Qual o amigo mais distante que você tem? Fisicamente o Pedro Goya que está lá para os lados de Macau. Depois existem aqueles com quem perdi contacto diário e os sinto cada vez mais distantes :(
22) O melhor amigo? Não uso disso. Tenho amigos e cada um é especial à sua maneira!
23) Hora de dormir? Depende, por volta das 24h
24) Quem acha que vai responder esse questionário mais rápido? Alguém que escreva rapidamente.
25) Quantas vezes você deixa tocar o telefone antes de atender? Quantas forem precisas para chegar até ele.
26) Qual a figura do seu tapete do rato? Não tenho tapete.
27) CD preferido? Mais uma questão parva. Talvez " Made in Heaven" dos Queen.
28) Mulher bonita? Catherine Zeta Jones
29) Homem bonito? Gael Garcia Bernal
30) Pior sentimento do mundo? Pena.
31) Melhor sentimento do mundo? Amor.
32) O que uma pessoa não pode ter para estar com você/ter sua amizade/companhia? Mau carácter
33) O primeiro pensamento que você tem ao acordar? Quero dormir!
34) Se pudesse ser outra pessoa, quem seria? O Einstein.
35) O que é que você tem debaixo da cama? Da minha cama (a do meu quarto em Cervães city) Caixas com sapatos.
36) Uma frase: "Se és capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros..." Ernesto Guevara




segunda-feira, 30 de novembro de 2009

slow motion

Esta menina está a habituar-me mal e atribuiu mais este miminho ao 100 nada a perder:



Mas, lança-me também um desfio que passa por contar 5 situações da minha vida que que deveriam ser vividas em slow motion:

são eles:

  1. Todos os momentos passados ao lado daqueles que mais gosto;
  2. Todos os concertos a que fui, cada um especial à sua maneira;
  3. Os momentos em que me lembro de cuidar de mim;
  4. As longas tardes de passeio à beira mar ou passadas à lareira;
  5. Todos aqueles instantes que por alguma razão me apetece fazê-los perpetuar no tempo.

sábado, 28 de novembro de 2009

Essa época a que se chama Natal...

Começou oficialmente aquela época do ano em que me apetece fugir com tanta hipocrisia!

Isso mesmo, o Natal está a chegar. Está espalhado por todo o lado nas ruas da cidade, nos meus cafés favoritos, nos centros comerciais, nas montras das lojas (essas foram as primeiras), na televisão, aqui no bairro e até no ISCSP já estavam a montar a árvore de natal!

Para quem não sabe, esta época irrita-me solenemente!
Primeiro porque já ninguém a comemora pelo seu motivo primordial (nascimento de jesus blá blá blá, não sou muito entendedora do assunto), depois porque o fica bem ser solidário nesta altura e oferecer aquilo que se tem (e que não se tem) aos pobrezinhos, porque coitadinhos precisam muito e porque não devemos ser avarentos, devemos ajudar o nosso vizinho e no dia a seguir já ninguém se lembra dos pobrezinhos e bora lá torrar o cartão de crédito no centro comercial mais próximo, com prendas e prendinhas para o tio, a prima, o avô, o cão e o periquito... (que aliás me irritam ainda mais: toma lá a caixinha de bombons e dá cá o par de peúgas que para o ano voltamos a trocar!)

A programação dos canais de televisão genérica já é má no resto do ano, no Natal fica incrivelmente pior. Mas alguém diz aos directores de programas da RTP1, SIC e TVI que já toda a gente viu o "Sozinho em casa 1, 2, 3 e 4", "Os 101/2 dálmatas" "Sherek 1 e 2" umas 358 mil vezes e que até já sabemos as falas de cor?!
Já para não falar nas Galas de Natal, o Natal dos hospitais, na prisão, no infantário, no hotel e no raio que parta as pessoas que têm ideias tristes como estas!

Quem vai à Toys R' Us neste período natalício ou é crente (e nesse caso respeito imenso) ou quer suicidar-se e não sabe como! De criancinhas chatas a fazerem birras de meia-noite na sua vozinha histérica e esganiçada, a pais de cabelo em pé com olhos esbugalhados com vontade de exterminar meia loja, encontram-se os mais vaiados brinquedos e afins de entretenimento que nunca mais acaba!

E um sem fim de coisas fazem com que o a época que toda a gente adora, se transforme para mim numa época estranhamente má!
Como já deu para perceber o Natal deixa-me exaurida e como tal, para acalmar os nervos e também porque este post não fala neoutra coisa que não o Natal, bora lá procurar o Molly no seu Natal!
Vá, deixem-se lá de coisas! Não dizem que é no Natal que a criança que há em nós se liberta?!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

És grandi amori

Ontem o Coliseu esteve ao rubro!

Sim, foi ontem que vi esta senhora num concerto mais intimista do que era esperado, onde cada momento valeu a pena e foi aproveitado ao máximo!

Obrigada pela companhia, obrigada pela noite mágica, obrigada por tudo!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

erros

Há dias em que quando o despertador toca nos apetece voltar atrás no tempo e dormir mais um bocadinho e depois só mais um bocadinho e quando se estica o tempo até ao limite apetece-nos perpetuar esse momento antes que todo um estado de anomia se apodere do nosso corpo e espírito fazendo com que o simples gesto de levantar da cama seja uma tarefa árdua e esmagadormente angustiante.


Já são vários os dias em que essa anomia toma conta de mim...



Muito por conta dos acontecimentos no âmbito académico que me têm deixado desolada e que me consomem qualquer réstia de alegria que paire no meu estado de alma.


Nem quero fala sobre isso porque fiquei muito decepcionada com aqueles que sempre pensei estarem certos, e depois com os que esses diziam estar errados e mais ainda quando percebi que todos estavam errados, e decepcionada comigo por não só estar errada como por ter insistido no erro...


sábado, 21 de novembro de 2009

Miminho!




Oh pá! Até já dizem que este blog é sexy!
Mais um prémio todo bonitinho que o blog 100 nada a perder recebe, desta vindo directamente da Mónica e do seu Loose Words!
A ela se dirige o meu agradecimento!

sábado, 14 de novembro de 2009

T*

Já quase se passaram 3 anos desde que a perdemos.

Não acredito em coincidências, não acredito em karma, não acredito em destino e não me venham dizer que "estava escrito". Mas perante as evidencias tenho que me render.

Ela tinha o sorriso mais querido do mundo. Porque me tinham que falar dela, porque me tinham que lembrar que ela já não está cá?!

Telminha, porque quiseste tu desafiar a ordem lógica da vida??



Telma Filipa Barbosa da Costa
17.09.1991 - 26.11.2006

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A Onda e o Muro

Foi no âmbito do ponto Teoria do Conflito da matéria da cadeira Teorias Sociais Contemporâneas (TSC) que estivemos a visionar o filme A Onda. Baseado em factos verídicos, retrata-nos um liceu da Alemanha contemporânea, onde os alunos, problemáticos na sua maioria, recusam a ideia da existência de um novo regime ditatorial depois do III Reich, julgando-se "demasiado educados".
Em apenas uma semana, em que duraria um projecto escolar, um professor decide adoptar métodos pouco ortodoxos na tentativa de motivar os seus alunos sobre um tema pouco interessante. Aquilo que começou por ser uma motivação transformou-se num movimento social com proporções tais que acaba por mostrar o seu lado mais extremista, a sua facção fascista!
Num curto espaço de temo todos se apercebem que não há remédio para um erro crasso como este.
Percebo agora, 20 anos depois da queda do Muro de Berlim que a Alemanha não está, ainda, unificada. E que os ventos que sopram mudança terão ainda muito trabalho pela frente para destruir aquilo que só tanta estupidez (não consigo arranjar uma melhor palavra para qualificar) pode fazer. Enquanto existirem muros (que não têm que ser necessariamente físicos) a separar os homens, independentemente das suas diferenças, enquanto essas fortalezas existirem, esse momento que marcou o ano de '89 será apenas mais um momento feliz!

Não obstante, facto é que os ventos de mudança já sopram, ainda que de mansinho…

sábado, 7 de novembro de 2009

3 coisinhas que não podiam deixar de estar aqui!

1ª: Muito recentemente, as Ciências Sociais perderam um grande senhor, mas a sua obra, essa perdurará como todas as grandes obras, falo-vos de Claude Lévi-Strauss, senhores!

2ª: 40 anos! Sim, 40 anos de Rua Sésamo na versão original, e contando já com 20 na versão portuguesa!

3ª: Os afazeres académicos estão todos a querer esmagar-me e o tempo escasseia-se! Mas, I gotta feeling... today's gonna be a good day!


terça-feira, 3 de novembro de 2009

Movimento T

Num dos posts anteriores falava-vos no Movimento T.
Pois bem, aqui fica o vídeo do lançamento:

http://www.mov-t.com/

Ideias T

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Nariz Vermelho

O desafio veio daqui:

1.Tirem uma fotografia (de preferência pessoal) com um sorriso e um nariz de palhaço no rosto (pintem-no, façam montagem, mas empalhacem-se);
2.Publiquem essa foto, juntamente com o número de telefone da causa. Peçam para que liguem para o número e ajudem. Afinal é essa a contribuição que a Operação nos pede;
3.Entreguem o desafio a alguns blogues, notificando-os devidamente;
4.Paralelamente, deixem o desafio aberto à restante comunidade das redes sociais. Com uma foto podemos levar isto ao Facebook, Hi5, Twitter... Até onde a solidariedade de cada um permitir.








Portanto:





ponto 1: Como neste momento não tenho possibilidades de tirar uma foto nessas condições, fica uma montagem e a promessa de uma foto original quando se reunirem as condições!


ponto 2: vá lá, ajudem!

Ponto 3: Não faço isso por razões logísticas e pessoais, mas sintam-se notificados. Sejam solidários!

Ponto 4: No Facebook já está!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Resumidamente

Que este blog está decadente, já me tinha apercebido, agora ando a tentar descortinar como adjectivar a minha vida, se de decadente se de caótica!
Primeiro há que dizer que no meio disto tudo nem tenho feito algo de que gosto sinceramente que é vaguear por essa blogosfera e comentar sempre que me apetece (e em alguns casos, quando mo permitem) mas espero retomar esse (bom) hábito do qual já sinto falta.
Da minha volta à vida académica muito há para contar. Primeiro foram as praxes e as poucas aulas a que assisti, depois vieram as consecutivas mudanças de horário e a tentativa de encaixe da cadeira de opção no mesmo, a juntar-se a isto a alteração dos estatutos para a implementação de Bolonha, já que o ISCSP não consegue mais resistir à mudança imperativa (lado mau da coisa: cada professor pode aplicar o modelo que bem lhe apetecer o que deixa os alunos à toa; lado menos mau: já se passa com 10!), a intervenção académica tem um peso preponderante este ano e a formação da lista para o Núcleo de Sociologia tem-me dado cabo da cabeça (dos nervos e das unhas também!) e o Movimento T (e já o posso anunciar porque nos tornamos públicos desde ontem :D) mostrou-se uma boa resposta para o futuro (e preparem-se porque ainda vão ouvir falar muito no MOVIMENTO T por aqui).
Sobre a minha vida social tenho que referir a sua decadência eminente, dado que se resume a msn e a facebook no tempo que me sobra pós ISCSP (para o qual quase me mudei) e obviamente depois das colheitas feitas!
Das minhas amizades e afinidades devo dizer que se alguns queridos me decepcionaram, uns tantos outros vincaram-se (mais ainda) neste pobre, pequeno e atrofiado coração. Percebo agora que o processo de triagem começa a fazer, cada vez mais, sentido e que no fim restarão aqueles que serão para toda uma vida.
No seio familiar, as coisas não andam muito famosas. E quanto a isso só tenho duas coisinhas a dizer: em primeiro lugar, a censura acabou em 1974. Em segundo lugar, quem me fez assim podia ter-me feito pior. O ambiente forma pessoas e cada pessoa é também um ambiente.
A postura perante a vida, tal como as opiniões são passíveis de mudança e isso acontece sem que tenhamos consciência disso. Quando damos por nós, já estamos mudados e isso aconteceu! Diz quem me conhece, que me tornei numa pessoa menos fechada em si mesma e mais acessível. Eu própria acho que me tornei um pouco mais fria e o cinismo, que antes recusava, passou a fazer parte do meu quotidiano.
Sabem que mais?! Cada vez mais tenho saudades dos tempos em que os meus problemas graves eram as televisões não passarem os desenhos animados que eu queria e a minha irmã não me deixar brincar com as barbies dela, em que as decisões difíceis eram feitas à base do "um-dó-li-tá" ou do "pim-pam-pum", em que "deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer" era levado a sério, resumindo, tenho imensas saudades de ser criança embora nunca o tenha deixado de ser na realidade.


P.S.: Creio que desta vez o post está decentezinho!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Só hoje me apercebi como este blog anda decadente!
Juro que vou começar a escrever umas coisinhas de jeito, ok?!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Fartissima...

...de tudo e mais alguma coisa!
Não sou de negar desafios, mas sinto-me desmotivada!
Como diz a outra "no tengo armas"!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Só porque sim!

Só porque sim.

Só porque me apetece.

Só porque o musicol é uma ternurinha!

ao meu pai

Meu querido pai:
Queria poder dar-lhe uma boa notícia hoje, aliás queria dar-me uma boa notícia, mas creio que não tenho nada para dizer de bom e/ou bonito.
Venha, comigo, fazer uma viagem no tempo... Vamos até todos os momentos felizes que vivemos juntos, aos momentos de ternura, aos momentos de lazer, às gargalhadas, às noites oficiais da cartada, ao cinema caseiro nas tardes de domingo, enfim, a toda a nossa vida comum!
Deixemos de parte os momentos menos felizes (que se lixem as coisas más!) e que venham apenas lembrar as lições que aprendemos com eles!
Não vamos falar de tudo o que seria de esperar neste dia, apetece-me dizer-lhe, apenas, que em 4 anos me arrependo de não ter dito tudo aquilo que gostaria de dizer. E sim, o Pai foi (e vai ser sempre) o melhor pai do mundo!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Sabem que mais...

... ainda bem que me deixaram sozinha, porque só assim me dei a oportunidade de ouvir quem há muito não queria deixar falar e descobri que afinal ainda existe amizade!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Na sombra...

Não sinto que esteja a viver na sombra de qualquer pessoa, tal como me acusam, lamento que não tenham a coragem de dizerem o que pensam.
Lamento que as opiniões, valendo o que valem e para mim era muito, não sejam dadas!
Paciência!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Tapar buracos

Das 1001 vezes que li o livro que toda a gente já leu, A Lua de Joana, uma das passagens que mais me marcou foi:"E percebi que os sorrisos servem para uma data de coisas. Como por exemplo, para tapar buracos quando o mar das palavras se transforma em deserto".
Não sei se por ser um comportamento de defesa de que faço muitas vezes uso, se pela forma singela de dizer que um sorriso amarelo pode salvar muitas conversas quando já não há mais nada para dizer, o que interessa é que me é muito especial este bocadinho.
Agora digam-me:
Como é que se tapam "buracos quando o mar das palavras se transforma em deserto" quando sorrir não é uma solução adequada?
Eu não sei!

domingo, 27 de setembro de 2009

Dura Praxis, Sed Praxis

Tal como havia prometido, cá está o balanço sobre as praxes.
  1. As praxes são tão cansativas para quem está a praxar como para quem está a ser praxado;
  2. As praxes, às vezes, são uma seca;
  3. As praxes nem sempre correm bem com ou sem comissão ou organização ou o que lhe queiram chamar ;
  4. O rally tascas não é para mim (4 estalos bem dados fazia muito bem a muito boa gente);
  5. O sol é mais forte quando o pessoal anda trajado (só pode!);
  6. Os collants são uma merda (Collants 3 X Catarina 1);
  7. Para o ano há mais!

P.S.: estava à espera das fotografias, mas dado que estas ainda não chegaram ao destino...

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Isto é assim:

Para o final da semana fica prometido um balanço das praxes, para já aquilo que o cansaço me permite escrever é:

collants 2 X Catarina 0

domingo, 13 de setembro de 2009

Amanhã...

...estou de volta ao "pátio dos cigarros" e ao curso em que os alunos são "líderes da exclusão social e do cancro do pulmão!" Ah! e "pela pinta" são comunas!

Pois é...amanhã começa uma nova etapa no ISCSP!


P.S.: Não estranhem o palavriado, é só o resultado de um quizz do facebook!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Still Here

Já vai longe o dia em que me deixas-te ficar para trás e parece que foi ontem!
Mas, não vai assim tão longe o dia em que descobri a musica que representa exactamente aquilo que sinto.


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com


Porque estás comigo, sempre!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Avante 09 não é para meninos!

Estreante no espírito de camaradagem do Avante (diz ele, e eu acredito) foi parecido com isto a forma como acabou a noite ontem:



Porque o "Avante 09 não é para meninos"!

sábado, 5 de setembro de 2009

"Perder os Sapatos"

Hoje perdi os sapatos!
Meus amigos não fiquem baralhados!
Não, de facto não deixei por aí os xanatos. Mas, como gostei do que li aqui, "roubei" a expressão, esperando que a autora desta não se zangue!

Que poderei eu dizer?!
Há dias em que mais valia não sair da cama...

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Resumo das férias

Foi com muita pena minha que perdi o James Morrison ao vivo em Belém no dia 1 de Agosto, mas valores mais altos chamavam por mim e esses valores eram nada mais nada menos que a partida de Lisboa em direcção à terrinha praticamente de madrugada, no dia 2.

À chegada, depois de um belo almoço e do meu baptismo à pendura da nova viatura lá de casa, o sono era mais do que muito e havia que recuperar energias para uma noite que prometia ser excelente.

A noite, essa parecia nunca mais chegar. As saudades daqueles que me esperavam eram mais do que muitas e (re)ver velhos amigos parecia-me uma excelente ideia!

A noite caiu finalmente. Os bares eram os mesmos e as pessoas eram aquelas que me acompanhavam aos 15 anos! Como era possível, como meus deuses?! Como era possível não pôr a vista em cima daquela gente durante tanto tempo?!

A diversão foi mais do que muita e à despedida a garantia de que não seria preciso passarem mais 4 anos até nos voltarmos a ver.

No dia 3, mais uma sessão de "chinema" com os queridos de sempre (que desta vez contou com um agregado). Entre as prendas que comprei, shushi maravilhoso que enoja muito boa gente e faz a delícias desta menina, as voltas e voltinhas no Braga Parque vieram as pipocas (1/2 doces, 1/2 salgadas que é para não enjoar) e "A Idade do Gelo 3" e a promessa de que nos veríamos novamente antes desta menina partir para terras alheias.

Veio o dia 4 e com ele o aniversário da mana. A festa ficou para mais tarde, mas os sorrisos não faltaram!

A semana (ou o que resta dela) passou a correr. Entre as "limpezas de férias" e as consultas atrasadas, os exames para ver como anda o joelho permanentemente lesionado, lá sobrou tempo para umas idas à piscina mais próxima (e viva à casa do mano que tem piscina e tudo!) e para umas saídinhas rápidas!

Chegado o dia 8, veio a festa de aniversário da mana e o pretexto perfeito para um olá e quase xau ao resto da família!

Dia 9 trouxe consigo um pequeno-almoço especial. Como sempre lá estava eu com o maior sorriso e um abraço para dar ao meu "anti-social" favorito em jeito de comemoração do seu 23º aniversário.

Mais uma festa de aniversário, e esta no dia 11, fez-me pensar em quanto eu perdi (e ganhei, também!) em apenas 1 ano!

Era dia de Festival de Verão em El Grove (já decorados) e apenas um dos participantes habituais parecia disposto a embarcar (mais uma vez) na aventura! Depois de convencidos mais 2 das presenças habituais e estendido o convite a novas caras, a tarde foi pequena para meter as tralhas nos carros avisar as famílias e já no local arranjar sitio onde passar a noite (ou a manhã). A música não nos era familiar, mas era animada!

Já de volta, foi no dia 14 que se cumpriu a promessa, e lá se encaixaram horários para um geladinho com três dos poucos que não se esqueceram das amizades de secundário.

Já no dia 19, mais um aniversário, e desta vez em dose dupla! De tarde na versão criançada porque me coube levar a pequena lá de casa e à noite na versão jantarada com a família!

Mas antes da festa toda e porque estava em vésperas de partida, andei às voltas com as malas e malinhas nas despedidas de quem só verei novamente lá para o Natal, e porque andava com a ideia a fervilhar-me nos miolos, furar (outra vez) as orelhas.

Eram 4:45H da madrugada do dia 20 e a viatura estava atestadinha! A viagem pareceu-me rápida, apesar das 5horas e meia passadas na estrada!

À chegada, a confusão do costume entre as arrumações e as compras, só durante a tarde se pôs o pézinho na piscina! À noite o cansaço era tanto que nem houve vontade para a saídinha de praxe!

Os dias restantes passaram num ápice. Albufeira estava o pânico de tanta gente, mas foi lá que fui descobrir os melhores sabores de gelado de Verão: do Kinder ao Ferrero Rocher, passando por chip-mix e melancia sempre a acompanhar o pistachio!

A passagem pelo Slide & Splash foi do melhor e a corrida aos divertimentos nem a Gripe A travou! E quase que ia levando um puto à minha frente. Valente susto que me pregou o raça do miúdo!

De volta a Lx (a.k.a Lisboa) antecipadamente, mas, até ver, por boas causas o Bairro Alto é um stress em Agosto mas o festival de magia animou o iniciozinho de noite ao pessoal.

Passando pelo Casino Lisboa, o Eduardo Madeira dá show com direito a gargalhadas e lágrimas (de tanto riso, senhores) à mistura!

Ah! e viva ao meu térere que sobreviveu aos puxões da Lara!

E o que é bom acaba rápido!


domingo, 30 de agosto de 2009

o inquérito

Quem, como eu, assiste ao programa "5 para a meia-noite", certamente irá reconhecer o inquérito que se segue.

Aqui vai!


Qual é a tua palavra preferida? Sorte
Qual a palavra que menos gostas de dizer? Nunca
O que te excita criativa, espiritual e emocionalmente? Palavras
O que te desmotiva criativa, espiritual e emocionalmente? Arrogância
Qual o som que mais gostas de ouvir?
As músicas que me dizem algo
Qual o som que menos gostas? Despertador
Qual o teu palavrão preferido? Caralho!
Que outra profissão gostarias de experimentar? Jornalista
Que outra profissão não gostarias de experimentar? Operadora de portagem
Se o céu existisse o que é que gostarias que Deus te dissesse quando chegasses aos portões do paraíso? Diverte-te!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

As coisas que uma pessoa aprende!

Um dia destes vou aqui falar das minhas férias, enquanto isso, fica uma coisa que aprendi recentemente:

"Não se dá boleia a quem precisa de andar"

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

4 meses

O que faria se soubesse que lhe restam apenas 4 meses de vida?

Ele concretizou o seu sonho de sempre e construiu uma casa, a casa com que sempre sonhou.



EU contava alguns segredos às pessoas com quem os gostaria de partilhar e por cobardia, receio, medo, ou seja lá o que for, ainda não o fiz.

Contaria a todos como é que alguém se transforma em algo que não é...


domingo, 9 de agosto de 2009

sábado, 1 de agosto de 2009

Fechado para Férias!

É já amanhã, logo pela manhã, que entro oficialmente de férias. Isto é, é amanhã, às 7 da manhã que vou para a terrinha e depois concretizar todos os planos que tenho para estas férias que agora são a sério!
Este blog encontra-se, assim, fechado para FÉRIAS! (não necessariamente)

quarta-feira, 29 de julho de 2009

bota a mão no ar!

É como dizem alguns "o regresso às origens".


e como diriam outros "bota a mão no ar"

segunda-feira, 27 de julho de 2009

sábado, 25 de julho de 2009

Hoje

Hoje estou angustiada.
Hoje não consigo dormir.
Hoje ri muito.
Hoje já chorei coisinha que chegue.
Hoje vi televisão.
Hoje vi um filme que já queria ter visto.
Hoje apaixonei-me pela banda sonora desse mesmo filme (aqui ao lado).
Hoje comi sushi.
Hoje recebi boas notícias.
Hoje queria ter algumas pessoas por perto.
Hoje gostava de não me ter enganado.
Hoje lembrei-me de pessoas de quem não me lembrava faz muito tempo.
Hoje quis ter coragem para falar a algumas pessoas (mas não tive).
Hoje gostava que algumas coisas que disse no passado não tivessem sido ditas.
Hoje queria ter dito coisas que não disse.
Hoje falei sobre aquilo que me aborrece e sobre aquilo que me deixa contente.
Hoje só bebi um café.
Hoje não consigo parar.
Hoje apetecia-me viajar sem destino.
Hoje não estou muito bem, estou assim...melancólica e num estado de estupidez agravado! São dias...

E afinal isto tudo já foi ontem...

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Coffeeshop

A minha irmã ganhou uma Dolce Gusto num desses sorteios manhosos em que sai sempre à pessoa que esta ao lado. Desta vez era a minha irmã! (brincadeirinha).
O certo é que, ainda desconhecendo as potencialidades da dita, foi na passada semana, que me desloquei à santa terrinha e à minha espera estavam as variedades de bebidas quentes e frias que a marca dispõe!
Viciada confessa em café e derivados, caí de amores pela maquineta e uma semana depois, já de volta à minha vida, sinto saudades da Gostozona, como carinhosamente a apelidei, mais do que da minha almofada!
Ele foi o belo do Espresso Intenso ou Espresso Decaffeinato para os dias em que já por mim só estava ligada à corrente, ele foi o Cappuccino temperado com canela que em matéria de temperos sempre tive uns gostos muito esquisitos, ele foi o Latte Macchiato, e até Chococino que nada mais é do que um belissimo leite com chocolate quentinho e delicioso! Ah! E para os dias em que o calor aperta o refrescante e intenso Cappuccino Ice!
Por momentos pensei que a minha casa se tinha transformado num coffeeshop, mas não!
A questão agora é: Como é que eu vou sobreviver sem a Dolce Gusto por perto, hãm?

terça-feira, 14 de julho de 2009

Desejo...



...ver e ouvir este senhor, que vem cá (Teatro Ibérico) no dia 6 de Novembro, já que perdi a oportunidade de o fazer em 2008.

Mas por enquanto fica só no desejo...

sábado, 11 de julho de 2009

Balanço

Lembram-se quando eu cá cheguei? Não? então vão lá ver se fazem o favor!

Pois bem era um qualquer Domingo de Setembro em que as pessoas viviam as suas vidas normalmente, pelo menos as que não estavam na loucura que eram as filas de entrada para o parque da Bela Vista, para verem nada mais nada menos do que a Rainha da Pop. Isso mesmo, a Madonna!

Quando cá cheguei, tentei arrumar as tralhas que trouxe o mais depressa que pude, como que se estivesse a arrumar o aperto que comigo trazia, por saber que para trás tinha deixado uma outra vida: a minha casa, a família, uns tantos amigos e a rotina de anos. Sabia que no dia seguinte me esperava um novo mundo para mim totalmente desconhecido.

No dia seguinte lá fui eu, de manhazinha, ter o primeiro contacto com o sítio que viria a ser a minha segunda casa nos próximos tempos. À chegada, esperava-me um grupo de veteranas, muito simpáticas, mas com fome de vingarem nos outros, aquilo que passaram quando foi a vez delas e, claro está, com o dia da matricula veio também a primeira praxe.

As aulas iam começar 10 dias depois. Conhecendo-me bem, os meus tios, com quem vivo neste momento, acharam por bem mandarem-me para casa durante uns dias, de modo a aproveitar todo o tempo que pudesse. E assim foi.

De volta, foi no dia 25 de Setembro de 2008 que me senti aluna do ISCSP. O dia foi cansativo. Entre o saltar e o gritar, as "granadas" e o "baptismo", as cantorias e a aula fantasma sobrou de mim uma Catarina exausta, mal-cheirosa, e com uma nhanha espalhada pelo corpo e no meu rico cabelo.

O inicio é sempre estranho. As conversas de ocasião são constantes, há trocas de números de telemóveis e e-mail's, fazem-se as mais esquisitas perguntas, contam-se histórias do arco da velha...enfim, o de sempre.
E foi esse grande (ou não assim tão grande) Jantar do Caloiro que começou a promover ligações mais fortes na turma!

Era terça-feira. Acabadinhos de sair de uma aula de IAD (a.k.a. Introdução à Análise de Dados) quando somos quase que intimados a comparecer em tribunal...Tribunal de Praxe!
Já se tinham passado quase dois meses, e eu estava tudo menos adaptada à vida ISCSPiana. As aulas nada tinham a ver com aquilo que imaginara (eram demasiado parecidas com as do secundário, que salvo raras excepções, tanto odiei), os colegas muito simpáticos, mas à primeira vista em nada se assemelhavam comigo. Nem conversa tinha para eles, como disse em tempos a um amigo de sempre. E veio a primeira (de muitas) vontade de desistir.
Mas, e depois de uma longa conversa com o M., achei que era cedo demais para cruzar os braços. As coisas melhoraram. Depois de decidir que ia ficar por ali mesmo, achei que talvez fosse a hora de deixar que os outros me conhecessem. Aproximava-se a Gala ISCSPiana, e com ela veio o primeiro jantar de amigos.

Pouco tempo depois, foi durante o tempo em que supostamente estaríamos numa conferência que não interessava nem ao menino Jesus, que decidimos jogar ao temível (ou não) "verdade ou consequência". Poderia muito bem ter escolhido as consequências ou então ter inventado a mais medonha mentira que me desse na real gana, mas achei que seria bom ver certas reacções e expressões nas caras deles, quando soubessem um pouco mais sobre mim. Quando soubessem que esta menina pode ser muito diferente do que imaginam!

Estávamos já em Dezembro e com o Natal vêm as tão desejadas férias!
Mas, depois de duas semanas de mão dada com a vidinha de sempre, é mais difícil voltar, ainda mais quando nos espera o último mês de aulas e a época de frequências (pela primeira vez na vida) está à porta!

Diz o povo que "o que tem que ser, tem que ser e tem muita força" e lá vem a menina por aí a baixo, trazendo consigo nova vontade de desistir, ainda que sem saber. Vai daí, já tinha o discurso preparado para anunciar a todos da minha decisão, quando em conversa com o J. me foi relembrada a vontade que o meu pai tinha em que eu estudasse, como nenhum outro filho dele o tinha feito até aqui. E não só porque é a vontade do meu pai, mas muito por isso, continuei a luta.

As amizades foram solidificando-se! Nesta altura já se davam palpites sobre as vidas dos outros e dizia-se já o que se pensava muito em jeito de brincadeira. Era uma chuvosa manhã de terça-feira, e Janeiro já se aproximava do fim. Os ânimos estavam alterados a pressão das frequências estava a deixar-nos stressados e o cinzento do céu começava a deprimir. Nunca achei que fosse ouvir aquelas palavras vindas de tal boca. Sempre com as suas brincadeiras, aquele tipo de conversa foi qualquer coisa de extraordinário! Fez-me pensar, virar a página e encerrar um capítulo pouco feliz da minha vida. Obrigada por isso G.!

Fevereiro chegou, e com ele veio a tão temida época de frequências! Entre os péssimos resultados e discussões com colegas de turma, vieram os aniversários da minha avó e da minha tia que permitiram relaxar por uns momentos.
Quando eu digo que os resultados foram péssimos não estou a exagerar. Chumbar 4 em 6 cadeiras é o pânico! Sendo que o que mais me doeu foi ser excluída no primeiro exame oral da minha vida.
E adivinhem? Isso mesmo! Apeteceu-me fugir para bem longe e deixar tudo para trás!

Lá veio o Carnaval, um dos mais divertidos de que me lembro, e a energia que me faltava para enfrentar a realidade e continuar uma guerra, onde já ia a perder uma batalha.

Março dava, já, os primeiros sinais de vida e o segundo semestre também!
Olhando para as novas cadeiras, achei que até poderiam ser interessantes. E com um bocadinho de sorte, algumas aulas até foram divertidas!

Resolvi que este semestre ia ser diferente. E foi, realmente.
Primeiro permiti-me ser feliz sozinha ou acompanhada. Fiz questão de conhecer novos sítios e outras pessoas e tive que, de uma vez por todas, aceitar que a felicidade de uns pode significar a infelicidade de outros, mas a vida é assim mesmo!
Achei que neste semestre devia seguir um dos princípios de Bolonha, que visa que cada aluno trace o seu caminho académico, e por isso fui às conferências que me interessavam.

A Primavera chega mais tarde ao ISCSP, mas chega com a força e a energia que todos estávamos a precisar e a festa aconteceu Spring Emotions 09!

A vida corria-me bem, mas algumas pessoas fizeram questão de me estragar a felicidade! Não bastava já a minha falta de vontade para estudar!
Nova época de frequências e de novo os resultados estavam a ser maus. Primeiro comecei a desesperar, depois decidi que precisava de uns dias só para mim e por fim decidi que tinha que passar de ano ou então ia fazer as minhas malinhas e fazer-me à vida. Estava determinada!

A determinação foi tal, que este semestre consegui fazer todas as cadeiras, safando-me como podia. Para a próxima semana começa a época de recurso e lá vou eu tentar a minha sorte nas cadeiras que ficaram pendentes no primeiro semestre! Depois, em Agosto, chegam as merecidas e tão desejadas férias e em Setembro estou de volta ao ISCSP, nem que para lá chegar tenha que recorrer ao kung fu!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Kung Fu

As circunstancias da vida fazem com que as pessoas se transformem ou revelem, porque se têm que safar da forma que mais lhe convém.

Hoje, eu devia estar com o Tico e o Teco adormecidos, quando saí à rua e, em vez de fazer o percurso normal de casa à faculdade, decidi inovar e não é que me aparecem uns animais (daqueles que se chamam ovelhas) que não me deixavam passar e, das duas uma: ou voltava para trás e fazia o percurso habitual, o que levaria imenso tempo, ou pedia, muito cordialmente, licença às senhoras ovelhas para passar.

Optei pela segunda hipótese, mas de nada valeu a minha polidez. Tive mesmo que revelar todo o Kung Fu que há dentro de mim e afugentar as ditas ovelhas e assim o meu dia continuou na paz do senhor...

quarta-feira, 8 de julho de 2009

A forma de falar...





Nem sempre temos consciência dos nossos sentimentos.


Até podemos suspeitar, já que todos os sintomas apontam para isso, mas não queremos que eles existam de facto, não os queremos aceitar...


Quando, por acaso, algum estímulo nos faz aceitar a realidade, o back é algo de maior mas aí surgem as explicações para as atitudes dos últimos tempos.


É um misto de sensações. Se por um lado sentimos aquela revolução de borboletas no estômago típico de adolescente que encontra novo amor, por outro um castigo moral* recai sobre nós.


Descobri que "tenho tanto p'ra lhe falar, mas com palavras não sei dizer" e por isso me sinto impotente sempre que te vejo. Pela impossibilidade de exprimir aquilo que já todos sabem, mas a minha boca não consegue anunciar.


"Mesmo que a vida mude os nossos sentidos e que o mundo nos leve p'ra longe de nós" eu quero que todos saibam que este sentimento é especial e será para sempre, porque não se trata de um amor de amantes, mas de um amor que liga eternamente dois entes queridos. Quero ainda que "nunca se esqueça nenhum segundo que eu tenho o amor maior do mundo" ok?!

E lembrei-me eu de descobrir este tão maravilhoso sentimento na véspera de fazer os dois exames orais que vão decidir a minha vida académica. è que podia ser Sábado ou Domingo, mas não, tinha que ser agora!

*A explicar oportunamente!

domingo, 5 de julho de 2009

=)

O que a música do Delta Tejo diz sobre mim (ou sobre o meu estado de espírito):

Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará *

...e eu não sei falar de amor!**

Mañana no tengo pachora pra ti
mas hoy creo que te amo.
***




Foi qualquer coisa de outro mundo ao lado dos melhores!
Fiquei com um Bom feeling...****
Fiquei com energia para enfrentar o que ainda por aí vem!






*Boa Sorte / Good Luck -Vanessa da Mata
**Não Sei Falar De Amor -Deolinda
***Creo (cariño) -Oquestrada
****Bom Feeling -Sara Tavares

quarta-feira, 1 de julho de 2009

E que tal...

...ficar espalmada contra a porta de um auto-carro, tipo pega-monstros? Bom, não é?!
E a negrura no joelho que vem por acréscimo? Fantástico!
E todo um auto-carro a rir à nossa pala? Maravilhoso!
E matéria quanto baste para estudar para o exame de amanhã e não apetece nada? Melhora muito!
ADORO!

domingo, 28 de junho de 2009

Receita para madrugadas enfadonhas


Senhores:


Se não têm nada melhor para fazer no inicio das madrugadas dos dias úteis (entenda-se de 2ª a 6ª feira, porque o Sábado e o Domingo podem ser tão ou mais úteis que os demais dias da semana) liguem as vossas televisões na RTP2 e vejam o programa que fazia falta na televisão portuguesa.

Garantidos estão humor do mais alto nível e convidados especiais em cada programa que não deixam nada a desejar.

Podem ainda acompanhar através do twitter, facebook, blog e site oficial.








sábado, 27 de junho de 2009

Não sei se...

...tenho paciência para aturar gente parva!

A estupidez humana irrita-me muito e a tolerância tem limites. Exauridissima!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Em estado de choque!

Cresci a ouvi-lo e cedo me deslumbrei com a sua música!
Personagem principal de várias polémicas, verdadeiras ou não, dono de uma voz inconfundível, despede-se hoje dos seus fãs e do mundo da música.


R.I.P. Michael Jackson.



Ayo Technology

Com a versão original foi amor à primeira vista (ou no caso, amor desde a primeira vez que ouvi)!
Nas rádios toca, agora, uma versão que não me agradando tanto, vou ouvindo por ter uma sonoridade mais suave.
E não é que descubro uma nova versão pela qual estou APAIXONADA?!



segunda-feira, 22 de junho de 2009

Diz quem sabe que...

...eu estou rodeada de "escribas e fariseus hipócritas! Porque sois semelhantes aos sepulcros branqueados, que por fora permanecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda a podridão. Assim também vós por fora pareceis justos aos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e iniquidade"

sábado, 20 de junho de 2009

de volta!

De volta ao mundo dos vivos, nestes dois dias descobri que Sesimbra é um bom local para entrar em estado ZEN!
Sim, nada melhor para recuperar energias do que ficar dois dias dentro de quatro paredes, rodeada pelo melhor e na melhor companhia!
Escolhi ficar incontactável, e foi o que fiz melhor! Agora resta-me responder às sms's (14 meus caros, 14!) e as chamadas não atendidas de dois telemóveis que ficaram "esquecidos" em Lisboa...
PS: Fiquei triste por não ter visto a marcha do orgulho gay...mas outras marchas virão!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Estão a ver...

...quando queremos ligar a uma pessoa e atende aqueles gravadores automáticos das redes telefónicas;
...quando vamos ao msn para falar com essa pessoa, mas essa pessoa é daquelas que tem uma conta de msn só para fazer feitio;
...quando tentamos contactar com essa pessoa através das milhentas páginas de perfil em redes sociais, mas essa pessoa não actualiza;
...quando se enviam e-mail atrás de e-mail mas essa pessoa não os recebe ou não responde ou pura e simplesmente não os lê;
...quando tentamos enviar sms's a uma pessoa mas elas não são entregues ou não obtemos resposta;

ESTÃO A VER??

Então é isso que vos vai acontecer se quiserem contactar comigo nos próximos dias...

terça-feira, 16 de junho de 2009

*

[...]
Ele: Juro que não estou a perceber! Estás...estás tão diferente...
Ela: Não estou diferente. Estou igual ao que sempre fui!
Ele: Estás diferente, sim! Estás fria com as pessoas, tu não eras assim...
Ela: Olha estou muito exaurida!
[...]
Ei, pset pset! Só para lembrar que eu tenho sentimentos, porra!
Se estou diferente e fria com as pessoas é porque, se calhar, tenho razões para isso.
Desliguei, tá?!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

domingo, 14 de junho de 2009

Você sabia que...

  • Que faltam 200 dias para acabar o ano;
  • Hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue (coisinha que um dia vou fazer);
  • Se fosse vivo, Ernesto Guevara faria, hoje, 81 anos;
  • O cantor português, David Fonseca, festeja hoje o seu 36º aniversário;
  • Neste dia, pelo ano de 1920, desaparecia o sociólogo Max Weber;

Você sabia?

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Dia de ...

Dizem que hoje é dia de Portugal. Para mim é dia de estudo compulsivo.

Ai a sociologia!



P.S.: Hoje faz 16 anos que o meu avô João faleceu. Tenho pena de não ter tido a oportunidade de conviver com ele do jeito que eu gostava...

segunda-feira, 8 de junho de 2009

[...]
Quem me dissesse,
Que esses olhos são,
Mais que promessa,
Perdição...

[...]

E quando o dia
Nasce no teu olhar
Logo a alegria
Enche o ar
Tu iluminas
O meu coração
Mas os teus olhos
Sei que são
A minha perdição




"Sei que vou mais além"
Anjos
composição por: Pedro Malaquias

domingo, 7 de junho de 2009

O Argentino

Para aliviar o stress e desanuviar do estudo compulsivo que por aqui anda instalado (a primeira é já amanha!), nada melhor que um (bom) filme!





"Che, o argentino" pereceu-me uma boa escolha, vindo mais tarde a confirmar-se.
Trata-se de relatos da epopeia em Sierra Maestra e da passagem de Ernesto de médico a símbolo da revolução.

Recomendo! Fiquem só com um gostinho :)




Nota 1:Este filme é excelente para olhos femininos. Tem um Rodrigo Santoro pelo meio :D
Nota 2: Depois da interpretação de Benício del Toro fiquei em dúvida. Gael ou Benício?? Hum...
Nota 3: Depois de ver o trailer da 2ª parte - A Guerrilha - não sei se vou ter estômago para ver!

sábado, 6 de junho de 2009

Lá fora há chuva e vento. Aqui há uma mistura de música com papeis, livros e afins!

E entretanto já há sol!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

E que tal...


...uma pizza macrobiótica, acompanhada por um belo chá de menta, numa esplanada com vista sobre a cidade, ao som do melhor jazz e tudo isto na melhor das companhias!
Boas notícias!
Voltando...

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Mais vale nunca mais crescer...

Diz que hoje é Dia da Criança.

Como já é sabido, a menina que por aqui escreve, apesar de saber essas datas "especiais", não tem grande (ou nenhum) fervor em festejá-las, mas por ser o DIA DA CRIANÇA, lembrei-me de que quando era, lá está, criança queria crescer rapidamente, e não percebia porque é que os adultos diziam que ser criança é que era bom, e que gostavam de voltar a sê-lo.
Hoje, com os primeiros passos dados no mundo dos crescidos, percebo como era feliz e contente na minha infância!

E não devo ter sido a única a perceber tal coisa, ou não o tivesse cantado esse grande "rockeiro" da música portuguesa, Rui Reininho.


sábado, 30 de maio de 2009

Ui, que isto hoje tá bom!



Porque nos últimos tempos me tem feito falta, como nunca...

  • O meu pai [na foto], que aliás me faz falta em todos os momentos da minha vida, incondicionalmente;
  • Uma bela de uma cartada com as pessoas de sempre, com a batotisse do costume;
  • As noites de Verão barulhentas e com muita algazarra que começam em casa com a família e acabam por aí com os amigos de sempre;
  • Uma praia, para mergulhar numa bela noite e ficar com a roupa molhada colada ao corpo;
  • Os jarros de sangria e as golfinhagens do costume;
  • Os pequenos-almoços à hora dos grandes almoços;
  • O deitar cedo (de manhãzinha) e levantar tarde;
  • O Dolce fare niente;
  • O cheiro a mar;
  • e um monte de outras coisas....

...mas para já só se tem livros e papéis espalhados por todo o lado, o refúgio de uma sombra (que lá fora está uma brasa), a garrafa de água gigante, as bolachinhas "F Plus"companheiras de noitadas, os telemóveis com as sms's intermináveis (adoro ser moche e extravaganza :D), e a música que não deixo que se vá.


A uma semana das frequências, não estou a conseguir estudar como deve ser.
Lá fora uma cidade inteira grita por mim, e eu, eu aqui encafoada. E isso deixa-me nervosa.
Perco-me nas milhentas redes sociais que a Internet oferece, nas conversas no msn, nas idas e vindas de uma janela que é hoje o meu único contacto com o mundo lá fora!
Tenho vontade de fazer mil e uma coisas e o tempo convida a isso, mas não posso ou não devo e isso deixa-me ainda mais exaurida!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Hoje é...

...o dia das recordações!

É que só pode. Sejam elas boas ou más, foi o dia de sacar tudo cá para fora. E foi por isso que o dia foi bem condimentado de lágrimas e de sorrisos!

terça-feira, 26 de maio de 2009

Aos meus "amoris"

Porque "o importante da vida é ter com quem contar", a TODOS aqueles com quem eu posso contar SEMPRE, aos meus "amoris":

Sempre me ensinaram que devemos ser humildes o suficiente para pedir ajuda quando precisamos, para pedir apoio a quem não se negará a dá-lo, para pedir conforto e carinho a quem tem um colo enorme e um coração maior ainda. E, claro, fazer o mesmo quando os papeis se inverterem. Ensinaram-me, ainda, que se deve agradecer (não a Deus ao a qualquer outra divindade, tão somente porque nunca fui crente a esse ponto) por termos a nosso lado pessoas que o fizessem e, mais que agradecer, devemos saber manter essas pessoas ao nosso lado...

Ultimamente, tenho tido uns problemazitos (que me têm deixado exaurida, é verdade!). Mas, até os problemas têm o seu lado bom, porque soube, tal como me ensinaram, ser humilde o suficiente para pedir ajuda e apoio. E sei, agora mais do que nunca, que não tenho amigos fantásticos, eu tenho os MELHORES AMIGOS DO MUNDO (alguns desbocados, outros gozões, outros aparvalhados; cada um com os seus defeitos, porque afinal são seres humanos, ora, mas todos PERFEITOS na sua imperfeição).

E como me ensinaram, aqui fica o meu muitíssimo obrigada a vocês, meus "amoris"!

P.S.:O vídeo mostra como a publicidade a bancos brasileiros pode ser tão "fófinha".

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Porque não mata...

...mas "máchuca", Rouxinol Faduncho com "Dona Maroca".

[Este post pode conter palavras ou imagens possíveis ferir susceptibilidades]



domingo, 24 de maio de 2009

O Prémio III, IV e V















Estes dois prémios vieram do blog Valdemir Reis, na pessoa do Valdemir Reis





Este prémio veio do blog Suor de um Rosto, na pessoa do Luís.



Aqui ficam as regras (relativas a este último prémio) :




  • Publicar a imagem do selo e linkar o blog que o passou - já está!


  • Escolher 5 situações na tua vida que mereciam ser repetidas em câmara-lenta:
  1. As minhas longas e boas conversas de esplanada, com aqueles amigos que estão sempre comigo;

  2. Os meus ataques de "golfinhagem";

  3. Uma noite bem passada com tudo a que tenho direito;

  4. Um concerto daqueles bons;

  5. Umas 1o horinhas de bons sonhos.
  • Passar o desafio e o selo a 12 blogues e avisá-los: Oh meus queridos, sintam-se avisados!



Muito Obrigada aos dois!



Caí de amores por este projecto e por isso cá está uma das músicas que me aquece a alma: