quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Resumo das férias

Foi com muita pena minha que perdi o James Morrison ao vivo em Belém no dia 1 de Agosto, mas valores mais altos chamavam por mim e esses valores eram nada mais nada menos que a partida de Lisboa em direcção à terrinha praticamente de madrugada, no dia 2.

À chegada, depois de um belo almoço e do meu baptismo à pendura da nova viatura lá de casa, o sono era mais do que muito e havia que recuperar energias para uma noite que prometia ser excelente.

A noite, essa parecia nunca mais chegar. As saudades daqueles que me esperavam eram mais do que muitas e (re)ver velhos amigos parecia-me uma excelente ideia!

A noite caiu finalmente. Os bares eram os mesmos e as pessoas eram aquelas que me acompanhavam aos 15 anos! Como era possível, como meus deuses?! Como era possível não pôr a vista em cima daquela gente durante tanto tempo?!

A diversão foi mais do que muita e à despedida a garantia de que não seria preciso passarem mais 4 anos até nos voltarmos a ver.

No dia 3, mais uma sessão de "chinema" com os queridos de sempre (que desta vez contou com um agregado). Entre as prendas que comprei, shushi maravilhoso que enoja muito boa gente e faz a delícias desta menina, as voltas e voltinhas no Braga Parque vieram as pipocas (1/2 doces, 1/2 salgadas que é para não enjoar) e "A Idade do Gelo 3" e a promessa de que nos veríamos novamente antes desta menina partir para terras alheias.

Veio o dia 4 e com ele o aniversário da mana. A festa ficou para mais tarde, mas os sorrisos não faltaram!

A semana (ou o que resta dela) passou a correr. Entre as "limpezas de férias" e as consultas atrasadas, os exames para ver como anda o joelho permanentemente lesionado, lá sobrou tempo para umas idas à piscina mais próxima (e viva à casa do mano que tem piscina e tudo!) e para umas saídinhas rápidas!

Chegado o dia 8, veio a festa de aniversário da mana e o pretexto perfeito para um olá e quase xau ao resto da família!

Dia 9 trouxe consigo um pequeno-almoço especial. Como sempre lá estava eu com o maior sorriso e um abraço para dar ao meu "anti-social" favorito em jeito de comemoração do seu 23º aniversário.

Mais uma festa de aniversário, e esta no dia 11, fez-me pensar em quanto eu perdi (e ganhei, também!) em apenas 1 ano!

Era dia de Festival de Verão em El Grove (já decorados) e apenas um dos participantes habituais parecia disposto a embarcar (mais uma vez) na aventura! Depois de convencidos mais 2 das presenças habituais e estendido o convite a novas caras, a tarde foi pequena para meter as tralhas nos carros avisar as famílias e já no local arranjar sitio onde passar a noite (ou a manhã). A música não nos era familiar, mas era animada!

Já de volta, foi no dia 14 que se cumpriu a promessa, e lá se encaixaram horários para um geladinho com três dos poucos que não se esqueceram das amizades de secundário.

Já no dia 19, mais um aniversário, e desta vez em dose dupla! De tarde na versão criançada porque me coube levar a pequena lá de casa e à noite na versão jantarada com a família!

Mas antes da festa toda e porque estava em vésperas de partida, andei às voltas com as malas e malinhas nas despedidas de quem só verei novamente lá para o Natal, e porque andava com a ideia a fervilhar-me nos miolos, furar (outra vez) as orelhas.

Eram 4:45H da madrugada do dia 20 e a viatura estava atestadinha! A viagem pareceu-me rápida, apesar das 5horas e meia passadas na estrada!

À chegada, a confusão do costume entre as arrumações e as compras, só durante a tarde se pôs o pézinho na piscina! À noite o cansaço era tanto que nem houve vontade para a saídinha de praxe!

Os dias restantes passaram num ápice. Albufeira estava o pânico de tanta gente, mas foi lá que fui descobrir os melhores sabores de gelado de Verão: do Kinder ao Ferrero Rocher, passando por chip-mix e melancia sempre a acompanhar o pistachio!

A passagem pelo Slide & Splash foi do melhor e a corrida aos divertimentos nem a Gripe A travou! E quase que ia levando um puto à minha frente. Valente susto que me pregou o raça do miúdo!

De volta a Lx (a.k.a Lisboa) antecipadamente, mas, até ver, por boas causas o Bairro Alto é um stress em Agosto mas o festival de magia animou o iniciozinho de noite ao pessoal.

Passando pelo Casino Lisboa, o Eduardo Madeira dá show com direito a gargalhadas e lágrimas (de tanto riso, senhores) à mistura!

Ah! e viva ao meu térere que sobreviveu aos puxões da Lara!

E o que é bom acaba rápido!


4 comentários:

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Eu adoro, adoro e adoro estes teus posts de sintetização da tua vida. E o mais bonito e incrível é que eu entro duas vezes nesta descrição, o que me anima. (aliás, se contarmos que eu comi contigo as pipocas meias-doces-meias-salgadas e que comi sushi a saber o que é, são 4).

O que é bom acaba depressa, para depois recomeçarem outras coisas boas, quiça melhores que as anteriores. E eu tenho aqui a tua prenda, ao meu lado, a enviar para sua excelência num dia destes.

;D

Beijaça meu bem

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Adorei. Dentro do teu género, és sempre fantástica no que escreves. Estou-te a seguir :D

Windaw,
UIS

Carla disse...

Fomos 3 a perder o james morrison, eu e o Gonçalo também tinhamos rumado para o Norte =)

Porque há alturas em que se têm mesmo que fazer escolhas. Parabéns por essa conquista na tua vida =)

Beijinhos*

Andre'Z disse...

esqueceste-te de referir a zanga com AQUELE ser, os bons momentos com AQUELA pessoa, o teu maravilhoso baloiço etc etc!

ah! e ainda bem que se lembrou de falar no nosso café que quase nao aconteceu!

feiosa! feiosa!