sexta-feira, 10 de julho de 2009

Kung Fu

As circunstancias da vida fazem com que as pessoas se transformem ou revelem, porque se têm que safar da forma que mais lhe convém.

Hoje, eu devia estar com o Tico e o Teco adormecidos, quando saí à rua e, em vez de fazer o percurso normal de casa à faculdade, decidi inovar e não é que me aparecem uns animais (daqueles que se chamam ovelhas) que não me deixavam passar e, das duas uma: ou voltava para trás e fazia o percurso habitual, o que levaria imenso tempo, ou pedia, muito cordialmente, licença às senhoras ovelhas para passar.

Optei pela segunda hipótese, mas de nada valeu a minha polidez. Tive mesmo que revelar todo o Kung Fu que há dentro de mim e afugentar as ditas ovelhas e assim o meu dia continuou na paz do senhor...

6 comentários:

Gonçalo disse...

LOLOL acho que pagava para ter visto tal kung fu ! :P

Catarina disse...

Gonçalo: e eu acho que te ias rir um bom bocado :) Beijo!

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Como eu me ri ao ler esta descrição. Eu imagino a tua habilidade na tarefa de afastamento das ovelhas. ahahahha' De mais.

:D

Beijinhooo

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Kung Fu fighting. yeah yeah.

:D

Jonas Matos disse...

Lov' it ***

Raquel Granja disse...

Muahahaha um kung fu no meio de ovelhas! Devia mesmo ser um bom espectaculo :)