domingo, 17 de maio de 2009

Olhar com olhos de ver

Sempre me disseram que o correcto era ver o lado "de dentro" das pessoas. Eu tento fazê-lo.
Não gosto de viver num mundo de (falsas) aparências, até porque, tal como diz o Zé Povo (sempre provido de tanta razão) "nem tudo o que parece, é" e, de facto, não o é muitas das vezes.
Ligamos demasiado para o que olhamos e tão menos para o que vemos.
O ser humano, imperfeito que é, toma como certo as suposições que faz sustentadas pela aparência. Por vezes essas suposições mostram-se a mais pura das realidades, outras nada mais são que erros precipitados.








Depois de me ter arrepiado com esta senhora, que desafiou os jurados e a plateia quando riram dela, calando-os com a sua magnifica voz (a qual me arrepia só em pensar) eis que surge este personagem, e o que me parecia ser (mais) uma (potencial) Rock Star, consegue deixar-me, não só com todos os pelinhos do meu corpo em pé, como ainda de queixo (des) caído!
E mais uma vez me lembro das (sábias) palavras do Povo, "as aparências iludem".

5 comentários:

AnAndrade disse...

Quanto a mim, nunca ninguém falou desta questão das falsas aparências com tanta simplicidade e pertinência (como era seu apanágio) como António Aleixo.
Ora vê:

"Eu não tenho vistas largas
nem grande sabedoria,
mas dão-me as horas amargas
Lições de Filosofia.

Uma mosca sem valor
poisa c’o a mesma alegria
na careca de um doutor
como em qualquer porcaria.

Quem me vê dirá: não presta,
nem mesmo quando lhe fale,
porque ninguém traz na testa
o selo de quanto vale.

Sei que pareço um ladrão...
mas há muitos que eu conheço
que, sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço."


:) Beijoooo!

Catarina disse...

AnAndrade: quem declamava, muitas vezes, este poema era o meu pai, quendo corria para os braços dele com os meus queixumes sobre falsas aparências.
E sim, não conheço ninguém que diga tamanha verdade com tão singela simplicidade como a que diz António Aleixo :)

Beijinho!

Luís Gonçalves Ferreira disse...

Tu e o "povo" andam muito amigos.
Nem sempre é fácil ver o lado de dentro das pessoas, concordo. EU começo, como tu, a deixar de gostar de pessoas.

APE-UPI: hoje é que O dia!

As aparências são umas grandes p#$%s para a sociabilidade.

:D
Beijinho

Andre'Z disse...

Ai ai as aparências...

[gosto da potencial rock star]

AnAndrade disse...

Já sabia que o teu pai tinha bom gosto... :)